Testemunho.

Ainda dentro do ventre da minha mãe, Deus já tinha me escolhido, já tinha um chamado pra mim. Eu nasci em lar cristão e ia a igreja todos os dias domingos, mas só por ir. Na maioria deles, eu dormia ou não prestava a atenção. Como qualquer adolescente da minha idade, tinha meus ídolos. De forma que hoje nem eu entendo, mas eu vivia por eles de uma forma… que eu não sei explicar. Dava tudo por um show ou um simples abraço. Mas Deus? Eu nunca O levei tão a sério, nunca procurei ter um relacionamento com Ele. A não ser minhas orações antes de dormir, que vinham depois de falar (não sei como, risos) com eles, os queridões, meus ídolos. Nunca consegui ir em um show se quer. Sempre dava algo errado. O meu único contatos com os mesmos era pelo twitter, uma vez e nunca depois de morrer tentando uma reply. Mas aquilo era tudo pra mim. E quando eu não conseguia, era quase a morte. Tirando a idolatria, estava afastada por muitos outros pecados, uns tanto pessoais. Mas mesmo sem conhecer a Palavra, muitas coisas do mundo eu rejeitava, não via sentido em muita coisa que é comum em tantos jovens da minha idade que vivem sem Cristo. Até que um dia eu e meu irmão revolvemos ir para a Igreja de Cristo Central (éramos da mesma igreja, só que em outro bairro.) E fomos conhecendo vários jovens, que nos ajudaram muito. Chegamos lá em novembro mas tudo só começou em um sábado, dia 10 de dezembro, em que haveria um show da minha banda preferida aqui e já estava tudo certo pra eu ir. Mas algo me dizia que eu não fosse, e no mesmo dia ia ter um encontro de jovens na igreja. Doeu no meu coração, mas deixei o show de lado e fui. Um começo de renuncias. Um final que valeu a pena. Dia 25 de fevereiro, nos batizamos eu e meu irmão. A principio foi difícil largar os caras que eu era tão fascinada, músicas que não edificavam e outras coisas mais pessoais. Mas com o tempo fui vendo que nada daquilo tinha valor, e que tudo aquilo era migalhas para o banquete que Deus tinha para mim. Fui para um retiro em fevereiro (antes de me batizar) e uma pregação me ajudou muito, falou de um versículo que diz Ninguém que tendo posto a mão no arado, e olha para trás é apto para o reino de Deus. Lc 9:62. E eu fiquei pensando em tudo que eu teria de renunciar ao entregar minha vida a Ele. A principio me desanimou, mas depois daquele retiro comecei a ler a bíblia todos os dias. E dia 25 desse mês (outubro) fez oito meses que me batizei e joguei a antiga Débora no lixo para viver a nova que Deus tinha transformado. A Débora que é totalmente INCONFORMADA com esse mundo. (Rm 12:2) Que usa o dom que Deus a deu de escrever para falar da Sua palavra. Que é feliz, e sabe que nunca está sozinha. Que tem Ele em primeiro lugar na sua vida, e hoje nem quer mais saber dos carinhas. Que tem amigos em Cristo maravilhosos. Projetos e mais projetos de espalhar o amor de Deus e Seu evangelho. A Débora que vive nesse mundo mas não pertence a ele. A Débora que saiu do lado do inimigo e correu pros braços de Deus. E a mesma transformação que Deus fez em mim, Ele quer fazer em você. Renunciar no inicio dói, mas depois você olha pra sua vida e vê que valeu a pena cada renúncia, cada esforço. Deus faz TUDO valer a pena. O Jesus que transformou água em vinho, quer transformar você, em uma SERVA(O) dEle. Deus pode fazer milagres, eu sou um deles.
(Testemunho de Débora Gonçalves)
Anúncios

Um comentário sobre “Testemunho.

Se Deus falou com você, deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s