Verdadeiro amor ao próximo

Quero compartilhar com vocês o texto do Filipe Rodrigues, do vlog IDENTIDADE DO CÉU.

Ame o seu próximo como você ama a VOCÊ MESMO! (Lucas 10:27)

Como eu acho lindo esse mandamento de Cristo.

Mas quando olhamos pra esfera da Igreja, de um modo geral, começamos a perceber o quanto é difícil viver esse mandamento, afinal de contas o sinônimo de AMOR é RENUNCIA!

Vamos começar a pensar desde o começo!
Partindo do primeiro ponto, onde entendemos que devemos AMAR os nossos irmãos, aqueles que partilham da mesma Fé que nós, ou seja, aqueles que creem que Jesus veio em carne, morreu e ressuscitou no terceiro dia e que em breve virá nos salvar. Quando olhamos primeiro para esse ponto, já vemos vários desafios sobre AMAR os nossos IRMÃOS!

Tem gente mais complicada no mundo, que nós CRISTÃOS? Achamos que sempre somos os donos da razão, achamos que somos mais ungidos que os outros, e que conhecemos a bíblia mais que todo mundo, achamos que Deus nos ama mais do ama o nosso outro irmão, pensamos que por orar mais e jejuar mais, estamos mais próximos de Deus e por isso Deus fala mais com a gente do que com aquele irmão que não tem praticas espirituais como as nossas. Enfim, acho que já me fiz entendido sobre nossa relação com o mundo ECLESIÁSTICO, digamos assim.

Agora vai apertar um pouco viu?

Já percebeu que nós CRISTÃOS, dizemos o tempo todo “Jesus te ama”, mas na hora do “vamos ver” a gente sai fora da responsabilidade de amar? Agora pensa comigo: Se temos dificuldades de amar nossos irmãos, que partilham da mesma fé que nós, imagina só amar aqueles que AINDA não partilham da mesma fé que nós?

Eu acho o cumulo do absurdo, nós que dizermos conhecer um Deus tão amoroso, dizermos conhecer um Espirito Santo tão cavalheiro, mas esperamos que as pessoas a nossa volta, tenham as primeiras atitudes nobres, ao invés de nós! É estranho isso! Nós é quem devíamos dar o exemplo de humildade e amor… mas esperamos que as pessoas do mundo façam isso primeiro que nós! Como assim, gente? Porque não somos parecidos com Jesus, já que dizemos que o servimos de forma tão fiel? 

Dando uma “encurtada” no texto, quero pegar um ponto polemico, mas, que serve muito bem de exemplo para nós CRISTÃOS, além claro, de ser ATUAL.

Quando Jesus nos desafia a amar o próximo como nós mesmos, eu só consigo interpretar assim: “Cuide e sirva as pessoas, como você gostaria que elas te servissem, se você tivesse os mesmos talentos ou PRINCIPALMENTE, as dificuldades que elas tem.”

Quando olhamos por exemplo, para os homossexuais… Quem de nós estaria livre de ser um homossexual? Qual de nós estaria livre de ser VÍTIMA de uma história difícil e complicada como alguns deles foram vitimas? Qual de nós estamos livres de cometer um pecado, entendendo que o pecado deles, comparando com os nossos pecados, é a mesma coisa diante de Deus? Qual de nós estaríamos LIVRES de uma situação dessas? Ou será que eles foram amaldiçoados e nós abençoados? Acho que não, hein? Porque a própria Bíblia diz: “Aquele que pensa estar de pé, cuide para que não caia!”

Se você estivesse no lugar deles, como gostaria de ser tratado? Com amor ou com Rejeição? 

Tá bom, tá bom! Eu já sei… você ama o PECADOR mas não ama o PECADO! Então, vamos ver se isso é verdade mesmo!

Você já abraçou um homossexual hoje? Sem a intenção de ganhar ele pra Jesus… somente por AMOR, sem nenhum outro tipo de interesse. Você já se sentou pra comer em um restaurante, junto como um homossexual? Algum travesti, frequenta sua casa, como um amigo que precisa de amizades verdadeiras e alguém que o ajude com amor? (Não apenas um gay, mas qualquer tipo de pessoa considerada ”mínima” por seus pecados.) E ai? Será que nós REALMENTE amamos o PECADOR? Acho melhor parar com os exemplos, se não você vai passar vergonha demais.

free-hugs

O grande ponto de tudo o que quero dizer é que o AMOR de Deus, quebra TODO O NOSSO SENSO de JUSTIÇA!
Cara, será que você não entendeu que o Mundo está cansado de uma Igreja que não o Ama? E que tudo o que ele tem feito é só um GRITO DE DOR, aguardando a Manifestação dos Filhos de Deus? (Romanos 8:19-22)

A Bíblia diz que Deus é AMOR, ou seja: Deus = Amor e Amor = Deus. É a MESMA COISA!
E Se o mundo está esperando pelos FILHOS DE DEUS, ele está esperando PELOS FILHOS DO AMOR!

O Egoísmo Arruma desculpas. O Amor encontra caminhos. (Gustavo Paiva)
Precisamos amar as pessoas mesmo que elas não queiram ser amadas por nós, porque se estivéssemos no lugar delas, gostaríamos de ser amados pelas pessoas, mesmo quando NINGUÉM quer nos amar.

Espero que você esteja disposto a ser de fato um FILHO do AMOR por onde você for.

A Linguagem do AMOR é universal e quebra qualquer barreira, sendo essa RELIGIOSA o IDEOLÓGICA. O Amor sempre vai falar mais alto do que nossas diferenças.

Anúncios

2 comentários sobre “Verdadeiro amor ao próximo

  1. Vejo que você entende de amor e não deixaria de fazer essa pergunta : você faz isso tudo que você questiona? Entendo a necessidade do verdadeiro amor e suas características inerentes mas quando você fala de amar o mundo deixa algo pairando no ar. Deus não condena o amor ao mundo e as suas obras? A palavra também não fala que a amizade com o mundo é inimizade com Deus? Temos que saber diferenciar amor ao mundo de amor ao próximo. Mas concordo em parte quando fala de grito de dor. A verdade é que muitos buscam nas coisas do mundo o alívio para o que estão passando. São pessoas com muitos problemas. Mas no mundo também tem aquelas pessoas que estão lá só pra satisfazerem a carne e nada mais. Quanto a amar o próximo como Cristo nos amou esse é um verdadeiro desafio hoje em dia devido ao contexto de vida que vivemos. falta proximidade, falta transparência, falta entendimento que se não houver essa liberdade para falarmos dos nossos problemas e dificuldade não haverá a verdadeira comunhão que gera o verdadeiro amor. Nosso etilo de vida está comprometendo essa proximidade uns com os outros. O governo dificulta a proximidade. Nosso trabalho dificulta. e parece que tudo conspira para que não haja uma verdadeira comunhão. Obra de Satanás na vida da humanidade. tudo isso tem gerado pessoas individualistas, egoístas e egocêntricas. Afora o incentivo ao consumismo desenfreado. O resultado disso é o materialismo. Deus quer que ajuntemos tesouros na terra ou no céu? Nosso trabalho é resgatar os perdidos. não há amor verdadeiro sem o desejo ardente de levar um pecador a arrepender-se de seus pecados e servir a Deus.

    • Tento, Humberto. Tento. Quando me vejo ”não amando” alguém, oro e peço a Deus que me ensine a amá-la. Entendo seu ponto de visto, mas não estou dizendo para sermos amigos do mundo. Estou dizendo apenas para amá-lo. Creio que quando Deus disse para amarmos o ”próximo”, não era apenas a nossa família em Cristo, pois essa é até bem mais fácil de amar. Mas todos. Todos. Todos precisam de amor. O mundo está cada dia pior… as pessoas estão cada vez mais más… mais vazias. E se, nós, que temos compreensão do amor, que temos em nós o Amor Maior, não a amarmos, quem irá amar?
      Realmente, no contexto atual em que vivemos tudo parece cooperar para o distanciamento, para o individualismo. Mas não podemos nos conformar com isso. Pois, se o mundo quer viver para si, nós, queremos viver para Cristo. E se o vivemos de fato, nossas atitudes transparecerão isso. E sem dúvidas: ”não há amor verdadeiro sem o desejo ardente de levar um pecador a arrepender-se de seus pecados e servir a Deus.” Deus o abençoe, querido.

Se Deus falou com você, deixe um comentário.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s