Rampas da Vida

Nossa vida pode ser comparada á uma rampa, pois assim como a rampa tem seu lado mais alto e baixo, a nossa vida também!

Tem aquele período que tá tudo jóia, beleza na represa, você está lá em cima [na rampa], vendo tudo de boa e vivendo tranquilo. Mas também tem aqueles momentos que você está lá em baixo, vivendo uma fase não muito legal. Então, como podemos lidar e encarar com essas situações?

Eu, como skatista, corro sempre o risco de cair, me machucar e até sofrer algo mais sério. Mas isso faz parte do esporte. Só que tem um ponto interessante: É que sempre quando estamos lá em baixo, procuramos nos levantar e superar  esse desafio. Na nossa vida não é diferente.

skatista

É precisar confiar em Deus, e ter a plena convicção de que Ele pode, e é mais do que capaz de nos ajudar. Deus, sendo perfeito, quer nos ajudar, e esses momentos que estamos lá em baixo, servem para nosso crescimento, tá ligado? Lá em Deuteronômio 20:4 diz: “Pois o Senhor, o seu Deus, os acompanhará e lutará por vocês contra os seus inimigos, para dar a vitória a vocês.” Guarda isso aí!

Ele vai tomar tuas dores e te ajudar, basta tu acreditar, tu confiar e entregar nas mãos dEle.

Mas e Kaká, e quando estamos lá em cima, com tudo tranquilo como um grilo? Aí é que tá! Aí é onde muitos erram, inclusive eu.

Quando estamos lá em cima, a gente pensa que não pode e nem vai nos acontecer nada. ”Tô de boa, tranquilo, é isso aí. Tô de pé e não vou mais cair.” Que pensamento limitado nós temos! A gente pensa que tá tudo bem, e aí não nos cuidamos. Relaxamos. Acomodamos.

Só que a gente precisa tá ligado de uma coisa: Tudo que Deus nos dá, Ele também pode tirar.

E partindo pra um ponto também importante, pra finalizar. No meio skatista, sempre fazemos um coisa muito legal: Mesmo quando a gente já sabe da manobra ou estamos lá em cima na rampa, nós descemos para ajudar nosso companheiro que tá lá em baixo.

EEEEE… Na nossa vida cristã, muitos vezes também precisamos descer o orgulho e agir com humildade e amor pra com os nossos irmãos, pois a humildade é um dom divino, e que todos devemos exercer em nossas vidas. E a preciosa palavra de Deus mostra que devemos fazer isso: Ajudar nossos irmãos e amá-los.

Marcos 12:30-31 diz: “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente, e com todas as forças. E o segundo mandamento mais importante é esse: Ame aos outros como você ama á você mesmo. Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois.”

Devemos seguir esses mandamentos em nossas vidas! Fiquem com o Deus da Paz! =]

Onde anda nossa educação cristã?

satisfeito Onde está nossa educação Cristã? Sermos cristãos está em sermos educados. É através de nossa educação que as pessoas vão enxergar nosso real valor. Primeiramente, ser educado não é uma obrigação, é um dever seu. Ser gentil também não é uma obrigação, é uma forma de vida limpa e saudável. Meus pais sempre me falaram que, minhas atitudes iam definir meu caráter, e eles não estavam errados, pois as pessoas vão falar aquilo que elas vêem. Se eu, como cristão, for um cara mal educado, que fica fazendo baderna por aí, e ficar desrespeitando as pessoas que estão ao meu redor, o que elas vão dizer sobre mim?
É claro que vão dizer que sou mal educado, um falso cristão ou então vão dizer: ”olha o cristãozinho aí, fazendo coisas erradas” e até dizem: ”fala uma coisa e faz outra”.
E aí, quer deixar as pessoas falarem assim de você? Devemos mostrar respeito as pessoas e, ter uma atitude de educação em relação a elas, pois a Bíblia fala: amai ao teu próximo como a ti mesmo. Então, isso é um mandamento a ser seguido e não ignorado.
Educação cristã é muito importante e fundamental, se tivermos dificuldade em alguns pontos em como tratar as pessoas, cheguemo-nos para nossos líderes de ministério ou da Igreja, e peçamos orientação para eles. Uma coisa que muito funciona é: Sempre que ver alguém precisando de ajuda, vá lá e ajude. Não espero outra pessoa ir, e fazer o que estar ao SEU alcance. Sempre que se esbarrar ou bater sem querer em alguém, vá lá e peça desculpa. Por mais que não seja nada demais, sempre que puder dizer um bom dia, boa tarde ou boa noite, fale, mesmo que não conheça a pessoa.
Sempre que tiver em uma conversa, deixe a pessoa terminar de falar, e então você dá sua opinião.
Sei que isso vocês já devem ter escutado, mas vai dizer, que às vezes vocês não esquecem? Claro que sim, e é normal. Uma coisa é certa: Sempre faça o que tiver ao seu alcance, não deixe que as pessoas usem seus erros para dizer quem você é, mas sim, que pelas suas atitudes, elas vejam seu cristianismo. Bem, espero poder ter ajudado vocês, sei que não é muita coisa, mas ajuda. Pois as grandes coisas estão por trás de pequenas atitudes!

Felicidade.

feliz-felicidade Hoje ao ler um livro, vi uma frase muito interessante de pensar e se refletir: “Felicidade não depende do que nos falta, mas do bom uso que fazemos do que temos.” Todos queremos ter a felicidade e temos, mas não estamos preparados o suficiente para entender o que de fato é a felicidade.
Essa pequena frase nos mostra que devemos lidar com a felicidade e saber usar ela da forma correta, e a forma mais correta que achamos é a nossa própria felicidade. Mas, digo que se pensarmos assim estaremos procurando outra coisa, e não a felicidade. A nossa felicidade começa quando conseguimos fazer outra pessoa feliz, começa quando nós somos o motivo de um sorriso sincero de alguém.
Onde encontrar essa felicidade e essa capacidade de fazermos isso?… Em Deus, pois Ele é o maior causador de felicidade de todo o mundo. Ele é quem nos dá esse dom. Ele nos ajuda a sermos felizes e deixar outras pessoas da mesma forma.
Que nesta noite possamos refletir nessa pequena mensagem, e no que estamos deixando a frente de nossas vidas. A nossa felicidade, ou a das pessoas? Sejamos primeiro exemplo e assim as pessoas irão dar continuidade no que começamos. Faça a diferença e seja VOCÊ o causador de um lindo e sincero sorriso de alguém!