Agora eu sei como é, Deus…

Fiquei um booom tempo parada, mas tô de volta fazendo o que eu tanto AMO: Escrever. Esvaziar a alma!

[Em nenhum momento a intenção do texto é nos comparar á Deus]

Quando a gente decide cuidar de alguém/investir em alguém, a gente meio que passa a entender um pouco como Deus se sente cuidando da gente.

”Pois o Senhor corrige á quem Ele ama, e castiga quem Ele aceita como filho.” Hebreus 12:6

Quantas e quantas vezes Deus não olha para nós e diz: ”Filho, não é desse jeito! Olha, é assim… Isso aqui que é o melhor pra você!”. E o que a gente faz? Dá as costas e faz do nosso jeito! Não sei se Deus reage como nós humanos reagimos, mas particularmente, quando eu quero o bem de alguém, aconselho e a pessoa não tchuiu pro que eu falei, dói. Dói por que a gente sabe o que é o melhor (a vontade de Deus), e sabemos que aquilo que ela quer fazer não será bom para ela. Mas, assim como Deus, precisamos deixar que a pessoa aprenda, seja quebrando a cara ou dando ouvidos a nós.

Nós, com nossa visão humana e limitada das coisas, muitas vezes desanimamos, choramos, e até chegamos a pensar ”Será que vale mesmo a pena?”. Mas aí, nessas horas, Deus fala: ”Filho, se Eu não desisti de você, siga o meu exemplo. Se Eu tive paciência, faça o mesmo. E se Eu te ensinei o que é Amor, pratique”.

”Quem ama é paciente e bondoso (…) Não é grosseiro, nem egoísta… Não guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz o que é errado, mas se alegra quando faz o que é certo.” E o mais importante: ”Quem ama NUNCA desiste! Porém suporta tudo com fé, esperança e paciência. O AMOR é ETERNO.” [I Coríntios 13:4-8]

Imagem

Quando nós decidimos cuidar de alguém, seja como amigos, netos, pais na fé, namorados… o que for, precisamos lembrar dessas coisas!

E passar por coisas assim nos trás, sem dúvidas, preciosos ensinamentos. Pois agora, sabendo limitadamente como Deus se sente, buscaremos fazer mais a Sua vontade, dar mais de nós para fazê-lo feliz (Feliz conosco. Não que Sua felicidade dependa de nós), e entristecê-lo menos.

”A minha vontade é boa, perfeita e agradável”, Ele diz. [Romanos 12:2]

Ainda iremos cair muito, mas Deus diz: ”Eu nunca os deixarei, nunca jamais os abandonarei.” [Hebreus 13:5] Precisamos ser capazes de dizer isso aos outros também.

E o mais importante: PERSEVERAR! Por que? ”Pois aquele que começou a boa obra, irá terminá-la, até a vinda de Cristo Jesus”. [Filipenses 1:6]

E não esqueçam: No Pain, No Gain. hahaha

Com amor,

Débora Amaro.

Um nome chamado Santo

Na antiguidade existia o costume de os nomes das pessoas serem dados por um significado. Quando nascia alguém, seus pais lhe davam um nome representava algo.

Esses mesmos nomes poderiam ser mudados ao longo da vida da pessoa e essas mudanças eram algo até comum, elas representavam simbolicamente o começo de uma época, representavam uma mudança de propósito na vida daquela pessoa. Enfim, quando algo realmente significativo acontecia na vida dela.

Entre as mudanças de nome mais conhecidas que vemos na bíblia está a de Abraão, que anteriormente chamava-se Abrão. O nome Abrão significa “pai enaltecido”, é um belo significado, sem dúvida os pais de Abrão deram um nome ao seu filho com um bonito significado, mas o propósito de Deus para Abrão era muito maior, e Deus mudou o nome de Abrão para Abraão, que significa “pai de numerosas nações”.

Deus mudou os caminhos da vida de Abraão, Deus fez de um“pai enaltecido” um “pai de numerosas nações”.

E você? Como se chama?

sua nova identidade RG do céu (1)

Quando conhecemos a Cristo, quando confessamos os nossos pecados e nos arrependemos deles, quando decidimos viver para Cristo, mudar uma vida de desobediência por uma vida de obediência ao Senhor, mudar uma vida de desonra por uma vida que honra ao Senhor, mudar uma vida de pecado por uma vida de santidade, quando o nosso propósito de vida muda, também recebemos um novo nome. Não um nome que aparece na nossa cédula de identidade, não um nome que está cadastrado na receita federal pelo CPF, mas um nome que está gravado dentro de nós, um nome chamado “santo”.

1 Pedro 1.16  “Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.”

Seguir a Jesus é o maior divisor de águas na vida alguém, pois representa uma mudança completa, uma mudança de propósito de vida, de atitudes, de coração e de destino eterno.

O batismo representa bem esse marco, quando imergimos nessas águas estamos sepultando a velha criatura e todas as suas concupiscências, e ao emergirmos uma nova criatura ali se apresenta para uma nova vida, uma vida dedicada a Cristo, uma vida de discípulo de Jesus, para ser chamado de “santo”, assim como Ele é.

Se você já entregou sua vida a Jesus, que Ele te ajude a ter uma vida de santidade e obediência a Sua Palavra, que possa honrar esse novo nome que Ele te deu.

Se ainda não entregou sua vida a Jesus, saiba que Ele tem um propósito para ela, que Ele tem um novo nome para você, um nome chamado “santo”.

 Que o Senhor te abençoe!

O terceiro excluído: A escolha é inevitável

Bom pessoal, meu nome é Danilo Pinheiro, sou da Igreja de Cristo Central de Fortaleza (a mesma de todos os outros colunistas), e vou estar com vocês ás segundas e sextas compartilhando reflexões sobre as verdades do nosso Senhor Jesus. A paz seja com todos vocês! Vamos lá… =]

Existe um principio lógico chamado de “terceiro excluído” e esse determina que um argumento ou é verdadeira ou é falsa, não havendo terceira possibilidade ou meio termo: (se X é verdadeiro, não pode ser simultaneamente falso) e vice-versa.
“Entre um ser que é uma girafa e um ser que não é uma girafa, não existe terceira possibilidade ou meio termo: não existem “camelogirafas” ou “ patogirafas”. A esta terceira hipótese não existe, está excluída.

Na vida espiritual este princípio também se aplica, pois só existe dois caminhos “verdade” ou “mentira”, dois senhores “Cristo” ou “Satanás”, dois objetivos “Céu” ou “Inferno”.

Sugestão de imagem

Algumas pessoas pensam que podem simplesmente ficar em cima do muro, sem servir a ninguém, mas isso não é possível, pois só existem dois senhores: Satanás e Cristo. E como ninguém pode servir a dois senhores…

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Mateus 6.24 

esta escolha é inevitável.

O Senhor não exige trabalho forçado, nem devoção contra a vontade, mas uma coisa Ele não abre mão: Ter você por inteiro. Se você decide ser servo do Deus Altíssimo e verdadeiro, deve fazê-lo por completo.

Deus exige uma postura, uma decisão, ou somos Dele e nos santificamos, ou somos do diabo e nos sujamos mais e mais, não existe uma terceira alternativa.

Deus nos deu livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolha. Liberdade para escolher até mesmo quem vai conduzir as nossas vidas, Deus nos deu esta condição.

Podemos entregá-la nas mãos do próprio Deus, mas também podemos entregá-la nas mãos de satanás ou do próprio “EU”, o que dá no mesmo.

O maior truque de satanás foi convencer o mundo de que ele não existe.

Essa ideia de liberdade absoluta que o mundo apresenta é uma ilusão, é uma armadilha de satanás, ele deixa que pensemos que somos absolutamente livres, mas na verdade somos escravos de nós mesmos, do nosso ego, das nossas vontades, das nossas paixões.

Quando somos escravos de nós mesmos colocamos o nosso ego, a nossa vontade, a nossa preferência como senhores e desta forma tiramos Deus do trono da nossa vida, assim praticamos a idolatria, servindo ao ego e não a Deus.

Ao dedicarmos ao Senhor toda nossa vida, todos os “cômodos” do nosso coração, certamente não haverá “cantinhos” escuros onde o inimigo das nossas almas possa se alojar. Todo nosso ser terá o brilho da glória de Deus, seremos felizes e prósperos em Sua boa, perfeita e agradável vontade.

Que o Senhor os abençoe!