Rampas da Vida

Nossa vida pode ser comparada á uma rampa, pois assim como a rampa tem seu lado mais alto e baixo, a nossa vida também!

Tem aquele período que tá tudo jóia, beleza na represa, você está lá em cima [na rampa], vendo tudo de boa e vivendo tranquilo. Mas também tem aqueles momentos que você está lá em baixo, vivendo uma fase não muito legal. Então, como podemos lidar e encarar com essas situações?

Eu, como skatista, corro sempre o risco de cair, me machucar e até sofrer algo mais sério. Mas isso faz parte do esporte. Só que tem um ponto interessante: É que sempre quando estamos lá em baixo, procuramos nos levantar e superar  esse desafio. Na nossa vida não é diferente.

skatista

É precisar confiar em Deus, e ter a plena convicção de que Ele pode, e é mais do que capaz de nos ajudar. Deus, sendo perfeito, quer nos ajudar, e esses momentos que estamos lá em baixo, servem para nosso crescimento, tá ligado? Lá em Deuteronômio 20:4 diz: “Pois o Senhor, o seu Deus, os acompanhará e lutará por vocês contra os seus inimigos, para dar a vitória a vocês.” Guarda isso aí!

Ele vai tomar tuas dores e te ajudar, basta tu acreditar, tu confiar e entregar nas mãos dEle.

Mas e Kaká, e quando estamos lá em cima, com tudo tranquilo como um grilo? Aí é que tá! Aí é onde muitos erram, inclusive eu.

Quando estamos lá em cima, a gente pensa que não pode e nem vai nos acontecer nada. ”Tô de boa, tranquilo, é isso aí. Tô de pé e não vou mais cair.” Que pensamento limitado nós temos! A gente pensa que tá tudo bem, e aí não nos cuidamos. Relaxamos. Acomodamos.

Só que a gente precisa tá ligado de uma coisa: Tudo que Deus nos dá, Ele também pode tirar.

E partindo pra um ponto também importante, pra finalizar. No meio skatista, sempre fazemos um coisa muito legal: Mesmo quando a gente já sabe da manobra ou estamos lá em cima na rampa, nós descemos para ajudar nosso companheiro que tá lá em baixo.

EEEEE… Na nossa vida cristã, muitos vezes também precisamos descer o orgulho e agir com humildade e amor pra com os nossos irmãos, pois a humildade é um dom divino, e que todos devemos exercer em nossas vidas. E a preciosa palavra de Deus mostra que devemos fazer isso: Ajudar nossos irmãos e amá-los.

Marcos 12:30-31 diz: “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente, e com todas as forças. E o segundo mandamento mais importante é esse: Ame aos outros como você ama á você mesmo. Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois.”

Devemos seguir esses mandamentos em nossas vidas! Fiquem com o Deus da Paz! =]

Um nome chamado Santo

Na antiguidade existia o costume de os nomes das pessoas serem dados por um significado. Quando nascia alguém, seus pais lhe davam um nome representava algo.

Esses mesmos nomes poderiam ser mudados ao longo da vida da pessoa e essas mudanças eram algo até comum, elas representavam simbolicamente o começo de uma época, representavam uma mudança de propósito na vida daquela pessoa. Enfim, quando algo realmente significativo acontecia na vida dela.

Entre as mudanças de nome mais conhecidas que vemos na bíblia está a de Abraão, que anteriormente chamava-se Abrão. O nome Abrão significa “pai enaltecido”, é um belo significado, sem dúvida os pais de Abrão deram um nome ao seu filho com um bonito significado, mas o propósito de Deus para Abrão era muito maior, e Deus mudou o nome de Abrão para Abraão, que significa “pai de numerosas nações”.

Deus mudou os caminhos da vida de Abraão, Deus fez de um“pai enaltecido” um “pai de numerosas nações”.

E você? Como se chama?

sua nova identidade RG do céu (1)

Quando conhecemos a Cristo, quando confessamos os nossos pecados e nos arrependemos deles, quando decidimos viver para Cristo, mudar uma vida de desobediência por uma vida de obediência ao Senhor, mudar uma vida de desonra por uma vida que honra ao Senhor, mudar uma vida de pecado por uma vida de santidade, quando o nosso propósito de vida muda, também recebemos um novo nome. Não um nome que aparece na nossa cédula de identidade, não um nome que está cadastrado na receita federal pelo CPF, mas um nome que está gravado dentro de nós, um nome chamado “santo”.

1 Pedro 1.16  “Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou santo.”

Seguir a Jesus é o maior divisor de águas na vida alguém, pois representa uma mudança completa, uma mudança de propósito de vida, de atitudes, de coração e de destino eterno.

O batismo representa bem esse marco, quando imergimos nessas águas estamos sepultando a velha criatura e todas as suas concupiscências, e ao emergirmos uma nova criatura ali se apresenta para uma nova vida, uma vida dedicada a Cristo, uma vida de discípulo de Jesus, para ser chamado de “santo”, assim como Ele é.

Se você já entregou sua vida a Jesus, que Ele te ajude a ter uma vida de santidade e obediência a Sua Palavra, que possa honrar esse novo nome que Ele te deu.

Se ainda não entregou sua vida a Jesus, saiba que Ele tem um propósito para ela, que Ele tem um novo nome para você, um nome chamado “santo”.

 Que o Senhor te abençoe!

O terceiro excluído: A escolha é inevitável

Bom pessoal, meu nome é Danilo Pinheiro, sou da Igreja de Cristo Central de Fortaleza (a mesma de todos os outros colunistas), e vou estar com vocês ás segundas e sextas compartilhando reflexões sobre as verdades do nosso Senhor Jesus. A paz seja com todos vocês! Vamos lá… =]

Existe um principio lógico chamado de “terceiro excluído” e esse determina que um argumento ou é verdadeira ou é falsa, não havendo terceira possibilidade ou meio termo: (se X é verdadeiro, não pode ser simultaneamente falso) e vice-versa.
“Entre um ser que é uma girafa e um ser que não é uma girafa, não existe terceira possibilidade ou meio termo: não existem “camelogirafas” ou “ patogirafas”. A esta terceira hipótese não existe, está excluída.

Na vida espiritual este princípio também se aplica, pois só existe dois caminhos “verdade” ou “mentira”, dois senhores “Cristo” ou “Satanás”, dois objetivos “Céu” ou “Inferno”.

Sugestão de imagem

Algumas pessoas pensam que podem simplesmente ficar em cima do muro, sem servir a ninguém, mas isso não é possível, pois só existem dois senhores: Satanás e Cristo. E como ninguém pode servir a dois senhores…

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Mateus 6.24 

esta escolha é inevitável.

O Senhor não exige trabalho forçado, nem devoção contra a vontade, mas uma coisa Ele não abre mão: Ter você por inteiro. Se você decide ser servo do Deus Altíssimo e verdadeiro, deve fazê-lo por completo.

Deus exige uma postura, uma decisão, ou somos Dele e nos santificamos, ou somos do diabo e nos sujamos mais e mais, não existe uma terceira alternativa.

Deus nos deu livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolha. Liberdade para escolher até mesmo quem vai conduzir as nossas vidas, Deus nos deu esta condição.

Podemos entregá-la nas mãos do próprio Deus, mas também podemos entregá-la nas mãos de satanás ou do próprio “EU”, o que dá no mesmo.

O maior truque de satanás foi convencer o mundo de que ele não existe.

Essa ideia de liberdade absoluta que o mundo apresenta é uma ilusão, é uma armadilha de satanás, ele deixa que pensemos que somos absolutamente livres, mas na verdade somos escravos de nós mesmos, do nosso ego, das nossas vontades, das nossas paixões.

Quando somos escravos de nós mesmos colocamos o nosso ego, a nossa vontade, a nossa preferência como senhores e desta forma tiramos Deus do trono da nossa vida, assim praticamos a idolatria, servindo ao ego e não a Deus.

Ao dedicarmos ao Senhor toda nossa vida, todos os “cômodos” do nosso coração, certamente não haverá “cantinhos” escuros onde o inimigo das nossas almas possa se alojar. Todo nosso ser terá o brilho da glória de Deus, seremos felizes e prósperos em Sua boa, perfeita e agradável vontade.

Que o Senhor os abençoe!

Amor fora de série

Antes de começar a ler, coloque essa música para tocar [ http://www.youtube.com/watch?v=Iwa6l0B8MzM ] Medite no que ela diz. Vamos lá… 

O amor é o combustível das nossas almas. Sem amor, todos nós acabamos morrendo uma hora ou outra… Uma vida sem amor é uma vida sem sentindo. Nós fomos feitos para sermos amados, e consequentemente, para amar.

Olhando ao meu redor eu vejo pessoas completamente carentes de amor. De atenção. De afeto. Elas tentam de todas as formas atrair a atenção para si mesmas, tentam ser mais bonitas, mais elegantes… É uma disputa de quem tem mais curtidas em suas fotos no Facebook… Independente de que tipo de ‘amor’ elas receberão, elas o buscam incansavelmente. Não as julgo… É algo natural buscar o que não se acha dentro de si, e ainda mais, algo tão indispensável para a sobrevivência: Amor.

Um Amor que cura, perdoa, transforma, restaura, anima, dá vida. É desse Amor que eu gostaria de falar hoje. Ele é inefável! Mas lá vou em mais uma de minhas tentativas de explicá-lo para vocês.

Há alguns anos, eu era da mesma forma que essas pessoas citadas ali em cima. Eu era a carência master em pessoa de um amor que, mesmo tendo ouvido falar bastante, eu, de fato, não conhecia. E eu procurava suprir o vazio do meu coração (a falta desse Amor) em prazeres que o mundo tem para nos oferecer. Prazeres efêmeros, que dão alguma coisa ‘boa’, mas que logo passa. E o vazio volta. E eu saio mais uma vez em busca de preenche-lo. E quebro a cara mais uma vez. E mais uma vez. E mais uma vez… Não tinha mais nem cara pra quebrar, mas eu quebrava, e quebrava e quebrava. Até que um dia eu tomei conta do rumo que a minha vida estava levando! Do quão vazio eu era! Do quão imensa era a Vida ao meu redor e eu não dava conta. E foi quando eu conheci esse Amor, que eu ME conheci.

Eu devo ter nascido na Igreja, o pastor dando glória a Deus e eu vindo ao mundo no meio do louvor. Todos os domingos, lá estava eu, mais uma vez… Na verdade bem verdadeira, só meu corpo estava ali. Por que minha mente e meu coração nunca estiveram.

Mas, voltando… Quando eu conheci a Cristo de verdade, quando eu fui mergulhada naquelas águas e trazida á tona eu mal podia imaginar a vida que Deus tinha para mim, desde o princípio de tudo. Eu conheci o AMOR, e esse Amor tem me ensinado a Amar.

O que eu quero dizer pra vocês, é que Deus não é um Deus distante, Ele não está lá de cima olhando para nós: Ele está do nosso lado. E esteve do meu o tempo inteiro. Ele persistiu na minha vida até o último segundo, e eu me rendi. Me rendi a esse Amor que mal consigo explicar de tão imenso. Eu sei como você se sente, sei do seu vazio, sei das noites em claro, do travesseiro molhado, do coração quebrado, dos sorrisos falsos, do prazer que nunca dava realmente prazer… Eu sei como você sente! Mas agora, quero que saiba como EU me sinto:

Sabe aquele vazio? Ele preencheu! Sabe aqueles pecados todos, aquela sujeira medonha? Ele limpou, perdoou! Sabe aquela vontade de dar fim a vida? Sumiu, e no lugar disso, hoje tenho um enorme prazer em Viver o que Deus quer que eu viva. 

Sabe aquela canção que diz: ”Aos olhos do pai
Você é uma obra-prima
Que ele planejou
Com suas proprias mãos pintou
A cor de sua pele
Os seus cabelos desenhou
Cada detalhe
Num toque de amor

Ela é sincera! Nós fomos planejados e criados por um Deus de amor, um Deus Pai, um Deus Criador! Um Deus que tem um Amor que nem palavras podem descrever… Então… Suas buscas acabaram. O amor que tanto procura está mais perto de você do que imagina.

amor

Deus não quer saber dos pecados que você cometeu ontem, hoje… Ele não quer saber se você usa roupa de marca ou não, se anda com os mais descolados da escola ou não… Ele não quer saber de nada disso… Ele só quer o seu coração!

Lendo a Bíblia você vai ter um espelho da sua alma. Rendida em oração você vai encontrar o prazer que nunca encontrou. Nascendo de novo, da água e do Espírito você vai Viver o que nunca viveu. Se rendendo a esse Amor, você vai experimentar o que jamais experimentou! E não é propaganda enganosa… Experimente!!!

Eu fui salva por um Amor que SALVA, perdoada por um Amor que PERDOA, curada por um Amor que CURA, restaurada por Amor que restaura, e recebi vida de um Amor que dá vida! E esse amor é de Deus por nós, provado pelo sacrifício de Jesus Cristo numa cruz!

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Minha oração é que minha simples mensagem, mas escrita do meu coração para o seu coração possa tocá-lo. Eu não falo de palavras. Eu falo de Amor. Um amor que nem todos os escritores do mundo juntos seriam capaz de descrevê-lo!

Com AMOR,

Débora Amaro.

Meu facebookhttps://www.facebook.com/deboragamaro

Twitterhttps://www.facebook.com/deboragamaro

Qual é você?

Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e as aves vieram e a comeram.
Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; e logo brotou, porque a terra não era profunda.
Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz.
Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas.
Outra ainda caiu em boa terra, deu boa colheita, a cem, sessenta e trinta por um.
Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça! “
Mateus 13: 3-9

detalhe-de-mao-semeando-trigo-1308256270742_564x430

“Portanto, ouçam o que significa a parábola do semeador:
1- Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende, o Maligno vem e lhe arranca o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.
2- Quanto ao que foi semeado em terreno pedregoso, este é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria.
Todavia, visto que não tem raiz em si mesmo, permanece por pouco tempo. Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandona.
3- Quanto ao que foi semeado entre os espinhos, este é aquele que ouve a palavra, mas a preocupação desta vida e o engano das riquezas a sufocam, tornando-a infrutífera.
4- E, finalmente, o que foi semeado em boa terra: este é aquele que ouve a palavra e a entende, e dá uma colheita de cem, sessenta e trinta por um“.
Mateus 13: 18-23

E eu pergunto: Qual deles é você?

Tempo para amar

É complicado falar de amor, mas ao mesmo tempo, não há nada mais prazeroso.

Tenho aprendido com Deus que essa é nossa única missão, o resto é apenas consequência disso. E se nós falharmos (o que acontecerá algumas vezes) nessa missão, olhemo-nos com perdão. Pois fomos chamados para amar e não para sermos perfeitos.

Estou lendo ‘Em Seus Passos, O Que Faria Jesus?’ e refletindo sobre isso, vi que nem sempre tem como nós sabermos, de fato, como o Senhor agiria. Mas de uma coisa eu não duvido: o amor estaria envolvido.

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre! Salmos 136:1

A certeza de que o amor do Senhor por nós nunca irá acabar é o que mantém viva a chama da esperança da salvação. E quando temos a plena convicção da imensidão do Seu amor, é inevitável não compartilhá-lo com alguém, é impossível não sentir a vontade de amar também.

Por que Deus amou ao mundo de tal maneira, que deu o seu único filho para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna. – João 3:16

Deus nos amou, nos ama, e nos amará eternamente! Essa verdade ninguém pode roubar de nós! E nós O amamos, por que Ele nos amou primeiro! (1 João 4:19)

Mas amar não são apenas palavras, são principalmente atitudes! E como saber se amamos? Meditando no capítulo do Amor, 1 Coríntios 13.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13:4-7

É tempo para amar! Como diz uma canção do Thiago Grulha: ”Quem não tem tempo para amar, morre por dentro a cada segundo (…) Quem decide amar, decide viver…”

Imagem

”Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.” Mateus 22:37-39

É TEMPO PARA AMAR! Tempo para amar ao Senhor, e aos outros. Se Deus nos deu esses mandamentos, é por que é possível cumpri-los.

O amor é uma graça! Que nossa oração diariamente seja pedindo ao Senhor que nos ensine a amar aos outros, como Ele nos ama. E que nós possamos ser cada vez mais apaixonados pelo nosso Criador!

E o mundo conhecerá que Cristo vive em nós, se nós vivermos em Amor!

O coração humilde

”O amor não se vangloria, não se orgulha” 1 Coríntios 13:4

O coração humilde honra os outros.

Jesus não é nosso exemplo? Contente por ser conhecido como um carpinteiro. Feliz por ser confundido com o jardineiro. Ele serviu seus seguidores lavando seus pés. Ele nos serve fazendo o mesmo.

Lava-pés - 8

A cada manhã ele nos presenteia com beleza. A cada domingo Ele nos chama para sua mesa. A cada momento Ele reside em nossos corações. E Ele não fala do dia em que Ele como “Senhor se vestirá para servir, fará que se reclinem à mesa, e virá servi-los” (Lucas 12:37)?

 Se Jesus está tão disposto a honrar-nos, não podemos fazer o mesmo pelos outros? Faça das pessoas uma prioridade. Aceite seu papel em Seu plano. Seja rápido em dividir os aplausos.

E, acima de tudo, considere os outros mais importantes do que você. O amor faz. Porque o amor “não se vangloria, não se orgulha”.

– Max Lucado.