Agora eu sei como é, Deus…

Fiquei um booom tempo parada, mas tô de volta fazendo o que eu tanto AMO: Escrever. Esvaziar a alma!

[Em nenhum momento a intenção do texto é nos comparar á Deus]

Quando a gente decide cuidar de alguém/investir em alguém, a gente meio que passa a entender um pouco como Deus se sente cuidando da gente.

”Pois o Senhor corrige á quem Ele ama, e castiga quem Ele aceita como filho.” Hebreus 12:6

Quantas e quantas vezes Deus não olha para nós e diz: ”Filho, não é desse jeito! Olha, é assim… Isso aqui que é o melhor pra você!”. E o que a gente faz? Dá as costas e faz do nosso jeito! Não sei se Deus reage como nós humanos reagimos, mas particularmente, quando eu quero o bem de alguém, aconselho e a pessoa não tchuiu pro que eu falei, dói. Dói por que a gente sabe o que é o melhor (a vontade de Deus), e sabemos que aquilo que ela quer fazer não será bom para ela. Mas, assim como Deus, precisamos deixar que a pessoa aprenda, seja quebrando a cara ou dando ouvidos a nós.

Nós, com nossa visão humana e limitada das coisas, muitas vezes desanimamos, choramos, e até chegamos a pensar ”Será que vale mesmo a pena?”. Mas aí, nessas horas, Deus fala: ”Filho, se Eu não desisti de você, siga o meu exemplo. Se Eu tive paciência, faça o mesmo. E se Eu te ensinei o que é Amor, pratique”.

”Quem ama é paciente e bondoso (…) Não é grosseiro, nem egoísta… Não guarda mágoas. Quem ama não fica alegre quando alguém faz o que é errado, mas se alegra quando faz o que é certo.” E o mais importante: ”Quem ama NUNCA desiste! Porém suporta tudo com fé, esperança e paciência. O AMOR é ETERNO.” [I Coríntios 13:4-8]

Imagem

Quando nós decidimos cuidar de alguém, seja como amigos, netos, pais na fé, namorados… o que for, precisamos lembrar dessas coisas!

E passar por coisas assim nos trás, sem dúvidas, preciosos ensinamentos. Pois agora, sabendo limitadamente como Deus se sente, buscaremos fazer mais a Sua vontade, dar mais de nós para fazê-lo feliz (Feliz conosco. Não que Sua felicidade dependa de nós), e entristecê-lo menos.

”A minha vontade é boa, perfeita e agradável”, Ele diz. [Romanos 12:2]

Ainda iremos cair muito, mas Deus diz: ”Eu nunca os deixarei, nunca jamais os abandonarei.” [Hebreus 13:5] Precisamos ser capazes de dizer isso aos outros também.

E o mais importante: PERSEVERAR! Por que? ”Pois aquele que começou a boa obra, irá terminá-la, até a vinda de Cristo Jesus”. [Filipenses 1:6]

E não esqueçam: No Pain, No Gain. hahaha

Com amor,

Débora Amaro.

Anúncios

O terceiro excluído: A escolha é inevitável

Bom pessoal, meu nome é Danilo Pinheiro, sou da Igreja de Cristo Central de Fortaleza (a mesma de todos os outros colunistas), e vou estar com vocês ás segundas e sextas compartilhando reflexões sobre as verdades do nosso Senhor Jesus. A paz seja com todos vocês! Vamos lá… =]

Existe um principio lógico chamado de “terceiro excluído” e esse determina que um argumento ou é verdadeira ou é falsa, não havendo terceira possibilidade ou meio termo: (se X é verdadeiro, não pode ser simultaneamente falso) e vice-versa.
“Entre um ser que é uma girafa e um ser que não é uma girafa, não existe terceira possibilidade ou meio termo: não existem “camelogirafas” ou “ patogirafas”. A esta terceira hipótese não existe, está excluída.

Na vida espiritual este princípio também se aplica, pois só existe dois caminhos “verdade” ou “mentira”, dois senhores “Cristo” ou “Satanás”, dois objetivos “Céu” ou “Inferno”.

Sugestão de imagem

Algumas pessoas pensam que podem simplesmente ficar em cima do muro, sem servir a ninguém, mas isso não é possível, pois só existem dois senhores: Satanás e Cristo. E como ninguém pode servir a dois senhores…

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer se de um e amar ao outro, ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não podeis servir a Deus e às riquezas.” Mateus 6.24 

esta escolha é inevitável.

O Senhor não exige trabalho forçado, nem devoção contra a vontade, mas uma coisa Ele não abre mão: Ter você por inteiro. Se você decide ser servo do Deus Altíssimo e verdadeiro, deve fazê-lo por completo.

Deus exige uma postura, uma decisão, ou somos Dele e nos santificamos, ou somos do diabo e nos sujamos mais e mais, não existe uma terceira alternativa.

Deus nos deu livre arbítrio, ou seja, a liberdade de escolha. Liberdade para escolher até mesmo quem vai conduzir as nossas vidas, Deus nos deu esta condição.

Podemos entregá-la nas mãos do próprio Deus, mas também podemos entregá-la nas mãos de satanás ou do próprio “EU”, o que dá no mesmo.

O maior truque de satanás foi convencer o mundo de que ele não existe.

Essa ideia de liberdade absoluta que o mundo apresenta é uma ilusão, é uma armadilha de satanás, ele deixa que pensemos que somos absolutamente livres, mas na verdade somos escravos de nós mesmos, do nosso ego, das nossas vontades, das nossas paixões.

Quando somos escravos de nós mesmos colocamos o nosso ego, a nossa vontade, a nossa preferência como senhores e desta forma tiramos Deus do trono da nossa vida, assim praticamos a idolatria, servindo ao ego e não a Deus.

Ao dedicarmos ao Senhor toda nossa vida, todos os “cômodos” do nosso coração, certamente não haverá “cantinhos” escuros onde o inimigo das nossas almas possa se alojar. Todo nosso ser terá o brilho da glória de Deus, seremos felizes e prósperos em Sua boa, perfeita e agradável vontade.

Que o Senhor os abençoe!

Preencha seu dia com a graça do Senhor

Imagem

Ontem você pisou na bola…

Falou o que não devia, pegou a rua errada, apaixonou-se pela pessoa errada, reagiu de forma inadequada. Falou quando deveria ter escutado, se apressou quando deveria ter esperado, julgou quando deveria ter confiado, entregou- se quando deveria ter resistido.
 
Ontem tudo deu errado. Mas você terá muitos outros dias como esse se deixar os erros de ontem afetarem sua atitude de hoje.
 
As misericórdias de Deus se renovam a cada manhã. Receba-as. Aprenda uma lição com a floresta Cascade do Estado de Washington. Algumas das árvores de lá têm mais de cem anos, ultrapassando a expectativa de vida de cinqüenta a sessenta anos. Uma árvore cheia de folhas, data de sete séculos atrás!
 
O que faz a diferença? Chuvas diárias e abundantes mantêm o chão úmido, as árvores molhadas e os relâmpagos fracos. Relâmpagos afetam você também. Trovões de lamentações podem paralisá-lo e consumi-lo.
 
Reaja a eles com chuvas da graça de Deus e com doses diárias de perdão. Uma vez por ano não basta. Uma vez por mês é insuficiente. Chuviscos só uma vez por semana deixam você seco. Nevoeiros esporádicos deixam-no sem energia. Você precisa se renovar todos os dias.
 
Graças ao grande amor do SENHOR é que não somos consumidos, pois as suas misericórdias são inesgotáveis. Renovam-se cada manhã; grande é a sua fidelidade!” (Lamentações 3:22,23).
 
Livro: (Todo Dia é um Dia Especial) – Max Lucado (Blog Jackellayne Lima)
 
Deus quer jogar fora as cargas da nossa auto-suficiência, e no lugar, nos dá a paz da confiança na sua misericórdia. Faça essa troca. Dê a Ele o seu ”eu”, e receba no lugar um coração confiante no Senhor!
 
Com amor,
Débora Amaro. 

Qual é você?

Enquanto lançava a semente, parte dela caiu à beira do caminho, e as aves vieram e a comeram.
Parte dela caiu em terreno pedregoso, onde não havia muita terra; e logo brotou, porque a terra não era profunda.
Mas quando saiu o sol, as plantas se queimaram e secaram, porque não tinham raiz.
Outra parte caiu entre espinhos, que cresceram e sufocaram as plantas.
Outra ainda caiu em boa terra, deu boa colheita, a cem, sessenta e trinta por um.
Aquele que tem ouvidos para ouvir, ouça! “
Mateus 13: 3-9

detalhe-de-mao-semeando-trigo-1308256270742_564x430

“Portanto, ouçam o que significa a parábola do semeador:
1- Quando alguém ouve a mensagem do Reino e não a entende, o Maligno vem e lhe arranca o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.
2- Quanto ao que foi semeado em terreno pedregoso, este é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria.
Todavia, visto que não tem raiz em si mesmo, permanece por pouco tempo. Quando surge alguma tribulação ou perseguição por causa da palavra, logo a abandona.
3- Quanto ao que foi semeado entre os espinhos, este é aquele que ouve a palavra, mas a preocupação desta vida e o engano das riquezas a sufocam, tornando-a infrutífera.
4- E, finalmente, o que foi semeado em boa terra: este é aquele que ouve a palavra e a entende, e dá uma colheita de cem, sessenta e trinta por um“.
Mateus 13: 18-23

E eu pergunto: Qual deles é você?

Tempo para amar

É complicado falar de amor, mas ao mesmo tempo, não há nada mais prazeroso.

Tenho aprendido com Deus que essa é nossa única missão, o resto é apenas consequência disso. E se nós falharmos (o que acontecerá algumas vezes) nessa missão, olhemo-nos com perdão. Pois fomos chamados para amar e não para sermos perfeitos.

Estou lendo ‘Em Seus Passos, O Que Faria Jesus?’ e refletindo sobre isso, vi que nem sempre tem como nós sabermos, de fato, como o Senhor agiria. Mas de uma coisa eu não duvido: o amor estaria envolvido.

Deem graças ao Senhor, porque ele é bom. O seu amor dura para sempre! Salmos 136:1

A certeza de que o amor do Senhor por nós nunca irá acabar é o que mantém viva a chama da esperança da salvação. E quando temos a plena convicção da imensidão do Seu amor, é inevitável não compartilhá-lo com alguém, é impossível não sentir a vontade de amar também.

Por que Deus amou ao mundo de tal maneira, que deu o seu único filho para que todo aquele que nEle crê, não pereça, mas tenha a vida eterna. – João 3:16

Deus nos amou, nos ama, e nos amará eternamente! Essa verdade ninguém pode roubar de nós! E nós O amamos, por que Ele nos amou primeiro! (1 João 4:19)

Mas amar não são apenas palavras, são principalmente atitudes! E como saber se amamos? Meditando no capítulo do Amor, 1 Coríntios 13.

O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 1 Coríntios 13:4-7

É tempo para amar! Como diz uma canção do Thiago Grulha: ”Quem não tem tempo para amar, morre por dentro a cada segundo (…) Quem decide amar, decide viver…”

Imagem

”Respondeu Jesus: ‘Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento’. Este é o primeiro e maior mandamento. E o segundo é semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’.” Mateus 22:37-39

É TEMPO PARA AMAR! Tempo para amar ao Senhor, e aos outros. Se Deus nos deu esses mandamentos, é por que é possível cumpri-los.

O amor é uma graça! Que nossa oração diariamente seja pedindo ao Senhor que nos ensine a amar aos outros, como Ele nos ama. E que nós possamos ser cada vez mais apaixonados pelo nosso Criador!

E o mundo conhecerá que Cristo vive em nós, se nós vivermos em Amor!

Dele e para Ele

Deus nos faz com suas próprias mãos, cada pequeno detalhe… somos sua criação. Somos imagem e semelhança daquele que nos criou. Magnífico. E como se não fosse o bastante, viemos ao mundo com habilidades que só nós temos.

Uns, cantam divinamente, outros pregam como Jesus, alguns importam-se com os outros como Deus o fez com nós. Alguns escrevem angelicalmente… são tantos dons. Todos vindos do mesmo Deus.

É estranho que Deus confie a nós, homens, pecadores e falhos, habilidades tão incríveis. E mais incrível é que, se formos parar pra pensar, somos todos capazes de exercer o que fomos chamados para fazer.

Nick Vujicic poderia facilmente desacreditar na beleza disso tudo. Você provavelmente o conhece. Ele nasceu sem as pernas e sem os braços. Como Deus poderia ter um chamado para alguém que, aparentemente – veja bem, eu disse aparentemente -, é tão inútil?

No começo ele chegou a questionar a Deus o porquê de nascer assim. Tantas outras crianças nascem bem,  e ele, sem os braços e as pernas? O que Deus queria com isso?

Nick poderia ter sido um depressivo. Fracassado. Suicida. Poderia ter desgosto pela vida, e ódio por Deus. Mas não o fez. Ele nasceu em lar cristão, evidentemente, desde criança aprendeu sobre Deus. E no decorrer de sua vida, quando ficou maior, e teria de tomar a decisão de segui-lO ou ignorá-lO, Nick aceitou a Cristo. Ele entendeu que, mesmo com suas dificuldades, ele era capaz. Deus o havia dado habilidades que poderiam ser executadas sem os membros que lhe faltavam. Nick deu glória a Deus com a sua vida e seu testemunho, conhecido por milhares de pessoas.

Se não o conhece, cá está esse nosso exemplo de confiança no Criador.

E com isso, eu pergunto a você: Que dificuldades tens colocado para não executar o chamado de Deus? Para não por em prática, dando assim honra e glória a Deus, os dons que do mesmo recebeu?

Tem usado para outros fins?! Vamos usar um pouco de lógica… Se recebemos uma habilidade de nosso Criador, devemos usar para Ele, correto? Agora, vamos abrir a palavra de Deus!

Em 1 Coríntios 12, verso 4 ao 6 diz: Ora, Deus nos dá diferentes tipos de dons, porém o Espírito Santo é a fonte de todos eles. Há diferentes espécies de serviço a Deus, porém é o mesmo Senhor que estamos servindo. Há muitos modos pelo qual Deus opera em nossas vidas, porém é o mesmo Deus quem faz a obra em nós e através de todos nós, os que lhe pertencemos.

Dei ênfase onde diz que há diferentes tipos de dons, formas de servir, mas que o fazemos por e para o mesmo Deus. Ou seja, TODOS temos dons. Mas chamados, propósitos, e formas de executá-los diferentes.

Continuando no verso 7: O Espírito Santo manifesta o poder de Deus através de cada um de nós visando o bem comum de toda a igreja.

Imagino isso, como presentando a igreja de Cristo com presentes que recebemos de Deus.

Dica-de-como-presentear

E isso é maravilhoso! Mostra gratidão em nossos corações. Então, amigos, o que estamos esperando para fazê-lo? Se sabes que tem um presente que vem do Pai, presentei-O, presentei os irmãos, e a Igreja com a edificação mediante a execução dos seus dons.

Não crie empecilhos, pois o Deus que o abençoou acredita em você!

Por que o dom é dEle, use para ELE. Como forma de agradecimento e reconhecimento de que somos apenas instrumentos nas mãos do verdadeiro Artista.

A Ele seja a glória!

Com amor,

Débora Amaro.

Ser discípulo de Cristo

Fácil é se dizer cristão. Fácil é ter princípios. Seguir o que a Bíblia diz sobre não matar, não roubar, respeitar os mais velhos, obedecer as autoridades, etc… Mas isso não nos faz verdadeiros discípulos!

Cristãos são seguidores de Cristo. Algo interessante é que esse nome aparece três vezes no Novo Testamento. Discípulos são imitadores de Cristo, e esse nome aparece mais de duzentas vezes no Novo Testamento.

Por obedecer o que a Palavra de Deus ensina você pode ser considerado cristão. Mas, qual a diferença entre os dois?

Quando somos discípulos não obedecemos a Palavra por obrigação, como se fossem regras a serem seguidas. A seguimos por que nosso coração, que está sendo trabalhado pelo Espírito Santo, sente prazer no mesmo. Obedecemos por que, nossa alegria está em fazer a vontade daquele que deu a sua vida por nós.

Ser discípulo não é apenas ter casualmente comunhão com o Pai, é ser UM com Ele. É conhecê-lo, e ter anseio constante, de o fazer cada vez mais. Por que? Por saber que Ele, e somente Ele, é o que nós devemos procurar ser.

Imagem

Ser discípulo não é simplesmente ajudar ao próximo, é fazê-lo com e por amor. Não é apenas dar a vida para Cristo, mas viver um nova vida todos os dias, e deixar que o Espírito Santo faça nova todas as coisas. É olhar para o que era antes e ter vergonha, desprezo. E olhar para o que se é hoje, olhar para o que Deus nos permitiu ser, e querer ser cada vez mais semelhante a Ele.

É não ter medo de crescer, mas buscar isso todos os dias, por meio da Palavra de Deus, e da comunhão com Ele. É falar dEle, não por simplesmente ser um mandamento. Mas por que és prova viva do que só ELE pode fazer na vida de alguém ou algo comum, e transformá-lo em extraordinário. 

E é fácil? Jesus nunca disse que seria. Pelo contrário, Ele nos alertou de que se quiséssemos de fato viver a Sua vida, iríamos sofrer provações, perseguições, abandonos, aflições… Mas ele nos garantiu de que valeria a pena. Valeria a pena, por que um dia, num breve dia, iremos estar face a face com Ele, para sempre. Para a eternidade. E nada irá nos separar da sua gloriosa presença. E para um verdadeiro discípulo isso é motivo suficiente para seguir a caminhada. Além de saber que pela nossa vida, podemos glorificar a Deus, fazê-lo feliz, engrandecer seu Reino e vivê-lo todos os dias.

Então Jesus disse aos seus discípulos: Se alguém quer ser um dos meus seguidores, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Por que todo aquele que conservar a sua vida, perdê-la; e todo aquele que perder a sua vida por minha causa, vai encontrá-la novamente. Mateus 16:24-25.

Deus nos faz um convite por meio da sua palavra, para sermos seus fieis discípulos!

A atitude de vocês deve ser semelhante aquela que nos foi mostrada por Cristo Jesus, que embora sendo Deus, não exigiu nem se apagou a seus direitos como Deus, mas esvaziou a si mesmo, vindo a ser servo e tornando-se semelhante aos homens. E humilhou a si mesmo, e foi obediente até a morte, e morte de cruz. Filipenses 2: 5-8.

Jesus é nosso exemplo de discipulado com obediência por amor.

Devemos ser reverentes, e tremer diante da palavra e presença gloriosa de Deus! Mais do que seguidores, sejamos imitadores de Cristo! E que o Espírito Santo de Deus que habita de nós, possa trabalhar em nosso coração e nossas vidas, para que nos tornemos verdadeiros discípulos do Senhor Jesus Cristo!

A Ele seja a glória hoje e sempre.

Com amor,

Débora Amaro.