Quatro Razões para Buscar a Deus Apaixonadamente

Imagem

1. Para conhecê-Lo

Primeiro, nós devemos seguir a Cristo firmemente para conhecê-Lo. Filipenses 3.7-8: “Mas o que, para mim, era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor“. Paulo seguia a Cristo firmemente, renunciando todas as coisas das quais as pessoas normalmente se gloriam; e ele fazia isso para que pudesse conhecê-Lo.

Por quê? Porque conhecer a Cristo é uma riqueza que ultrapassa tudo o mais. A evidência da conversão é se você de fato se tornou um hedonista cristão. Hedonistas cristãos sempre seguem firmemente em busca da riqueza suprema. Eles alegremente vendem tudo em troca do tesouro escondido e da pérola de grande valor (Mateus 13.44-45). Nós devemos seguir a Cristo firmemente, porque não fazê-lo significa que nós não desejamos conhecê-lo. E não desejar conhecer a Cristo é um insulto ao Seu valor e um sinal de letargia ou morte espiritual em nós. Mas quando você segue a Cristo firmemente, para conhecê-Lo, a recompensa é a sua alegria e a glória Dele.

2. Para confirmar a nossa justificação

Segundo, nós devemos seguir a Cristo firmemente para confirmar a nossa justificação. A justificação se refere ao maravilhoso ato de Deus no qual Ele perdoa todos os nossos pecados e imputa a nós a Sua própria justiça, através da nossa fé em Cristo. Filipenses 3.8-9: “por amor do qual perdi todas as coisas e as considero como refugo, para ganhar a Cristo e ser achado nele, não tendo justiça própria, que procede de lei, senão a que é mediante a fé em Cristo, a justiça que procede de Deus, baseada na fé”.

Filipenses 3.9 é claro: a justiça que Paulo busca é baseada na fé. Mas ele a está buscando! Como um cristão, ele considera todas as coisas como perda para ter a sua justificação. A fé que justifica é uma fé que renuncia os valores terrenos e busca a Cristo. Se a justificação depende da fé, e se renunciar ao mundo por considerá-lo como lixo é necessário para ter os benefícios da justificação, então está claro: a fé salvadora não é meramente uma única decisão por Cristo, mas é uma preferência contínua por Cristo sobre todos os outros valores. A busca de Cristo é a evidência da fé genuína em Cristo como o nosso tesouro. Portanto, nós devemos seguir a Cristo firmemente para confirmar a nossa justificação.

3. Porque nós somos tão imperfeitos

Nós devemos seguir a Cristo firmemente porque nós somos tão imperfeitos. Filipenses 3.12: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo”. Nós devemos seguir a Cristo firmemente porque nós somos tão deficientes. Um estudante fraco deveria buscar um professor particular. Pessoas míopes deveriam buscar um oftalmologista. Pessoas com a garganta inflamada deveriam tomar antibióticos. Alcoólicos deveriam buscar um grupo de apoio. Jovens aprendizes deveriam seguir o seu mestre em seu trabalho.

Não seguir a Cristo firmemente significa ou que você não confia em Seu poder e disposição para mudar as suas imperfeições, ou que você deseja se apegar às suas imperfeições. Em ambos os casos, Cristo está sendo desprezado e nós estamos perdidos.

4. Porque Ele nos conquistou para Si

A última razão pela qual nós devemos seguir a Cristo firmemente é que Ele nos seguiu firmemente e, de fato, nos conquistou para Si pela fé. Filipenses 3.12 novamente: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus.” Essa sentença destrói a falsa lógica a qual afirma que, se Cristo nos encontrou, nós não mais precisamos buscá-Lo. Se Ele nos agarrou, nós não precisamos nos esforçar para agarrá-Lo.

Paulo argumenta exatamente o contrário: eu me esforço para ganhar a Cristo, porque Cristo já me ganhou. A conversão de Paulo não era como uma gaiola que o prendia, mas como uma catapulta que o lançava na busca da santidade. A graça irresistível de Cristo triunfando sobre a rebelião de Paulo e salvando-o do pecado não tornou Paulo passivo; ela o tornou poderoso!

Por John Piper © Desiring God. Website: desiringGod.org

Traduçãovoltemosaoevangelho.com

 

Minha pequena luz… Eu vou deixar brilhar!

quando o mundo quer lhe apagar

É impressionante observarmos que onde está DEUS, ali haverá sempre luz. O SENHOR JESUS disse: Eu sou a luz do mundo. Quem me segue nunca andará em trevas, mas terá a luz da vida, ( João 8.12 ). Assim, todos aqueles que um dia tiveram um encontro pessoal com Ele receberam o privilégio de contemplar a luz e foram transformados em lamparinas, para assim refletir CRISTO por meio de suas vidas. Como diz em Mateus 5.16: Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no Céu. Muitos homens e mulheres que influenciaram o mundo olharam para JESUS e receberam a iluminação em suas vidas. Durante toda a história da humanidade, todos aqueles que tiveram um encontro com DEUS passaram a refletir sua luz.

Um exemplo é, Moisés quev viu a glória de DEUS no monte Sinai. Quando desceu, o seu rosto brilhava a ponto de o povo de Israel ficar espantado com tamanha glória. Ao descer do monte Sinai com as duas tábuas da aliança nas mãos, Moisés não sabia que o seu rosto resplandecia por ter conversado com o SENHOR. Quando Arão e todos os israelitas viram Moisés com o rosto resplandecente, tiveram medo de aproximar-se dele, como fala em Êxodo 34.29-30.

Com essa grande demonstração da potência luminária de DEUS, posso me recordar de uma pequena canção referente a esse exemplo. A seguinte música diz assim : “Minha pequena luz eu vou deixar brilhar; Há onde quer que eu vá eu vou deixar brilhar, deixarei minha luz brilhar“. Com Moisés, sua luz foi resplandecida por estar verdadeiramente junto de DEUS. Então, surge uma pergunta que deve ser respondida por nós mesmos: Será que estamos resplandecendo da luz de DEUS? Ou será que estamos andando em trevas e fazendo o que desagrada a ELE? Pois a escuridão nos traz tristeza, desânimo e insegurança. Porém, a luz de DEUS nos traz alegria, novas perspectivas e confiança para seguir na caminhada rumo ao Céu. Quando andamos com JESUS, automaticamente vivemos na luz. Não existe nada melhor do que isso. DEUS já fez o necessário para nos trazer ao encontro DELE, então só falta nós seguirmos adiante compartilhando da maravilhosa luz de DEUS. Pois quem compartilha o que tem de melhor recebe a melhor recompensa: a aprovação de DEUS.

Então, vamos ser luz. Vamos iluminar a terra com o amor de JESUS, pois assim como diz a palavra de DEUS em Efésios 5.8: Antigamente vocês mesmos viviam na escuridão; mas, agora que pertencem ao SENHOR, vocês estão na luz. Então, se já somos luz, vamos fazer o que sabemos de melhor: BRILHAR.

breno Breno Do Vale.