Jesus não iria nas manifestações

Imagem

A pergunta que não quer se calar para os seguidores de Jesus Cristo: Jesus iria para as manifestações que estão acontecendo nos últimos dias no Brasil?

Fui lá perguntar para Ele:

Eu – Oi mestre, tudo bem?

Jesus – Mais ou menos, Marcos, o Brasil muito antes das manifestações estava me deixando muito triste.

Eu – Por que dessa tristeza?

Jesus – Por vários motivos, tenho visto vários erros que já tinha falado para evitar como nação, mas que foram ignorados.

Eu – Dê alguns exemplos mestre.

Jesus – São vários. A injustiça aos desamparados que Isaías já tinha denunciado para Judá, um discurso desconexo com a prática, que meu irmão Tiago já tinha falado para tomar cuidado, a corrupção generalizada que o boiadeiro Amós profetizou, a promiscuidade do povo que Oseias sofreu na própria pele, para o Brasil entender com clareza, o desprezo com o menor que eu mesmo falei pra nunca deixar acontecer, pois seria melhor amarrar uma pedra no pescoço e ser jogado ao mar.

Eu – E o que podemos fazer para mudar essa realidade?

Jesus – Primeiro, sonde a própria vida para ver se lá dentro há corrupção, idolatria e se o sentimento de levar vantagem a qualquer custo já não tomou conta da sua alma e já está nos seus pequenos atos. Pois, se você não consegue ser justo no pouco, é só questão de circunstancia para ser parte desse sistema corrupto.

Eu – E se fizermos isso, fazemos o que depois?

Jesus – Lute contra a injustiça, não se cale, fale por aqueles que não tem voz, faça isso na internet, na escola, na igreja e nas ruas. Mas faça sempre em amor, nunca use a violência, nunca!

Eu – Então o Senhor iria para as ruas protestar.

Jesus – Não, eu não iria nas manifestações!

Eu – Mas por quê?

Jesus – Ah meu jovem, eu vou subir o morro para amparar aqueles que não tem consciência nem para entender o que está acontecendo, vou encorajar o policial novato que está apavorado, mas que foi escalado para estar em um ponto crítico dos protestos. Vou ao hospital acudir a menina que tomou um tiro de bala de borracha no olho de um policial inconsequente. Eu vou ficar consolando a sua mãe, que vai ficar orando pela insegurança de um filho que saiu pra protestar sem ter certeza que vai voltar. Não vou pra manifestação para você poder ir!

Fonte: http://ultimato.com.br (Marcos Botelho)